A análise financeira representa a capacidade de geração lucro de uma empresa, e uma maneira de medir o seu desenvolvimento. O objetivo é determinar o seu desempenho para o melhor uso dos seus recursos.

Analisar as demonstrações financeiras ajuda a definir os pontos positivos e negativos de todo o desempenho operacional e capital. E, em posse dessa análise, é possível detectar problemas de gestão, tomar decisões estratégicas e expandir as atividades econômicas.

Deve ser levado em conta o mercado de atuação e as características do setor de atividade. Os dados devem ser separados e combinados adequadamente para viabilizar uma interpretação correta, de acordo com o objetivo pretendido. E é a contabilidade que tem o papel de transformar esses dados em informações.

Com a análise financeira, os gestores podem melhorar o desempenho operacional, os credores podem avaliar a probabilidade de receber a remuneração do capital emprestado, os acionistas podem projetar lucros, dividendos e o preço das ações no mercado. Assim, é possível corrigir as fraquezas e se aproveitar dos pontos fortes, maximizando o valor da empresa.

Uma análise financeira eficiente permite comparar o desempenho da empresa com o de outras do mesmo setor e avaliar tendências nas operações ao longo do tempo.

Como fazer a análise financeira?

Defina indicadores a serem utilizados. É a partir deles que se tem acesso a números e dados concretos que demonstram a real situação financeira da empresa. Com isso, a administração fica mais simples e segura.

– Faturamento periódico

– Custos fixos

– Custos variáveis

– Margem de contribuição

– Lucro operacional

– Preço de venda

– Fluxo de caixa

– Análise financeira de crescimento

– Indicadores econômicos

– Índice de liquidez

– Índice de rentabilidade

– Índice de atividades

– Índice de estrutura de capital

Tempos melhores virão! Estaremos ao seu lado, vamos passar por essa juntos! 💛💜

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *